6 de fev de 2013

Presença


É preciso que a saudade desenhe tuas linhas perfeitas,
teu perfil exato e que, apenas, levemente, o vento
das horas ponha um frêmito em teus cabelos...
É preciso que a tua ausência trescale
sutilmente, no ar, a trevo machucado,
as folhas de alecrim desde há muito guardadas
não se sabe por quem nalgum móvel antigo...
Mas é preciso, também, que seja como abrir uma janela
e respirar-te, azul e luminosa, no ar.
É preciso a saudade para eu sentir
como sinto - em mim - a presença misteriosa da vida...
Mas quando surges és tão outra e múltipla e imprevista
que nunca te pareces com o teu retrato...
E eu tenho de fechar meus olhos para ver-te.

Mario Quintana

5 de jan de 2012

TRISTEZA EXATA




Bruno Batista


As pessoas gostam de dizer: "o segredo é não deixar que ela perceba que você está sofrendo" e que "olha, a pessoa só sente falta quando sente que perdeu". Ou seja, as pessoas pedem pra você mentir.
E aí você mente, sublima, disfarça e representa. Você engana a todos, ou melhor, a quase todos. Porque você nunca vai conseguir enganar a si mesmo. E aí é que entra o xis da questão. Vale a pena viver um dia a dia de mentiras só porque você tem medo da verdade? Será que ao fazer isso você está realmente sendo esperto, ou será que só está acabando mais ainda com as suas poucas chances de ser feliz?

Veja, eu estou feliz. Saio com os amigos e rio das suas piadas. Vou a festas e ando cantando pelas ruas. Mostro a todos que estou feliz e pronto. Mas, e aí? E depois? Quando as luzes se apagam, quando não tem mais ninguém pra enganar, ninguém que vá te julgar e principalmente quando aquela pessoa não estará lá para saber que: sim!!! Eureca!! Você sofre. Surpreendentemente, de forma surpreendente, você não é feliz. Ora!!! Mas cuidado, não deixe ninguém saber. Afinal, felicidade não se tem, se constrói e não se pode colocar tudo a perder. Não pode deixar a sua máscara sorridente cair revelando seus olhos vermelhos e o gosto salgado das lágrimas na sua boca.

Pois bem, pergunto eu, e se não houvesse o medo? E se o 'correto' fosse simplesmente dizer a verdade, deixar que todos saibam, e principalmente aquela pessoa saiba o que você sente de verdade? De verdade, não o que você aparenta ser nas suas fotos, ou nos seus vídeos ou até na música que você ouve. Se você simplesmente disser "Sim eu estou sofrendo, isso dói, e eu estou triste, não estou feliz". Pronto. Um curto desabafo, mas que certamente pode mudar tudo. A começar por você mesmo. Chega de personagens animados, inconseqüentes e ávidos a esquecer tudo de forma rápida e indolor. Chega disso. Agora você poderá ser você mesmo, e quem sabe, assim, não seja até feliz. Sim, porque talvez seja possível ser feliz, sendo triste. E sabe por que, porque é uma tristeza sincera, transparente. Uma ferida exposta, que todos podem ver, mas que você também pode ver, e acompanhar a cicatrização. Uma tristeza exata, mensurável e, acima de tudo, honesta.

Ora, então te aproxima da pessoa por quem sofres e diz: 'Sim, eu ainda te amo e sofro por não estar contigo a cada dia da minha vida'. Pronto. Está dito, sua posição nessa batalha está definida. Você não está mais em cima do muro, não é mais um agente duplo da situação. Caberá à outra pessoa decidir. E talvez estejam até certos, talvez por saber que você está ali, esperando, faça com que a pessoa não te valorize, ou não te queira naquele momento com a mesma certeza que tem um pássaro quando deixa o galho da árvore, mas sabe que o galho estará lá quando anoitecer, ou quando ele precisar. Porém, existe também outra possibilidade. Existe a chance da outra pessoa descobrir a verdade, que na verdade, ela achava que era mentira. De repente ela descubra que todo aquele desapego era encenação. E sabe o que é mais curioso? Que de repente ela esteja na mesma situação. Sublimando as mesmas coisas, escondendo a dor por trás de um sorriso radiante.

Mas, quer saber? Acho que isso é tudo maluquice da minha cabeça. O negócio é continuar sendo turrão, endurecendo o coração e mentindo deslavadamente. Afinal, se isso der errado, o máximo que pode acontecer é você morrer sem nunca ter dado a chance de a outra pessoa saber o que você realmente sentia.

Esperança


1 de jan de 2012

TRISTEZA EXACTO


Bruno Batista

 
La gente le gusta decir: "El secreto está en no hacerle saber que usted está sufriendo" y que "mira, la única persona que echa de menos cuando se sienten perdidos." Es decir, la gente pide que se recueste.Y que la mente, sublima, disfraza y representa. ¡Insensatos y todo el mundo, o más bien a casi todo el mundo. Porque nunca se puede engañar a ti mismo. Y luego se obtiene el quid de la cuestión. Vale la pena la vida cotidiana de mentiras sólo porque tienen miedo de la verdad? No haciendo lo que realmente ser inteligente, o es que sólo se está agotando aún más con sus escasas posibilidades de ser feliz?
 
Mira, yo soy feliz. Colgando con amigos y reírse de sus chistes. Ir a fiestas y caminar por las calles cantando. Me mostrar a todos que estoy feliz y listo. Pero ¿y qué? Entonces, ¿qué? Cuando las luces se apagan cuando no hay nadie para engañar a nadie os juzgue y que va especialmente cuando esa persona no está allí para saber que: ¡sí! ¡Eureka! ¿Sufre usted. Sorprendentemente, sorprendentemente, no son felices. Ahora! Pero cuidado, no dejes que nadie sabe.Después de todo, la felicidad no es, construye y no se puede eliminar. Usted no puede salir de su máscara sonriente cae dejando al descubierto sus ojos rojos y las lágrimas de sabor salado en la boca.
 
Bueno, me pregunto, y si no había que temer? Y si el "correcto" es simplemente decir la verdad, que todos lo sepan, sobre todo a esa persona sabe lo que realmente sientes? De hecho, no lo que parecen estar en tus fotos o videos, o incluso en su música que se escucha. Si simplemente decir: "Sí me duele, me duele, y estoy triste, no estoy contento." Pronto. Un alivio a corto, pero sí puede cambiar todo. Empezando con usted. Basta ya de personajes animados, imprudente y con ganas de olvidar todo rápidamente y sin dolor. Ya basta de eso. Ahora puedes ser tú mismo, y quién sabe, además, ni siquiera feliz. Sí, porque es posible ser feliz, y triste. ¿Y sabes por qué, porque es un dolor sincero, transparente. Una herida abierta que todo el mundo puede ver, pero también se puede ver y controlar la sanidad.Un tristemente precisa, medible y, sobre todo, honesto.
 
Bueno, entonces te acercas a la persona con quien soy y decir: 'Sí, yo todavía te amo y sufro por no estar con ustedes todos los días de mi vida. " Pronto. Se dice, su posición en esta batalla se encuentra. Usted ya no está en la cerca ya no es un agente doble de la situación. Será para que otra persona decida. Y tal vez algunos son incluso, quizás sabiendo que están allí, esperando, hacer que la persona no te aprecian, o no desea ese momento tan cierto como que tiene un pájaro sale de la rama del árbol, pero sabe que rama estará ahí cuando se hace de noche, o cuando lo necesita.Sin embargo, también existe otra posibilidad. Existe la posibilidad de que la otra persona averiguar la verdad, que de hecho, ella pensó que era una mentira. De repente se da cuenta de que todo el mundo estaba organizado el desapego.¿Y sabes lo que es más curioso? De repente, se encuentra en la misma situación. Sublimación de las mismas cosas, ocultar el dolor detrás de una sonrisa radiante.
 
Pero ¿sabes qué? Creo que todo esto es una locura en mi cabeza. El acuerdo aún está se encuentra obstinado, endurecido a sí mismo y directamente. Después de todo, si va mal, lo peor que puede pasar es morir sin haber dado una oportunidad a la otra persona sepa lo que realmente sentía

31 de dez de 2011

Você pode ajudar.

Dear friends,

This blog was created with the intention to broach important global social and economic issues and we want to discuss them in a different format, lighter, attractive and that arouse more attention reaching people from all ages and from all nations. In that way we will also broach the children - the future of the planet - to make aware of important matters of the world like the preservation of the nature, sustainability, the poverty, the health, the violence, the lack of water, the hunger, new sources of energy and others.

We are selecting articles for our next book. We will publish it in more than twenty countries and you can participate with an article in the category “write an article for our next book”.

Your help and participation are very important to us in that project especially because we will donate the profits of sales of that book to deprived children and for noble cases, charities, etc.

All we ask you to do is that you share this campaign to some of your friends that can interest to participate with articles, comments in the blog, suggestions, etc.

We need you, the world need you. What seems to be a small action or a simple initiative like that with the power of many people can help the world to be better to live. You can write about any matter that you like and if your text be approved to be published in the book you will be contacted by one of the social network that you are connected with us.

Please leave your article in the blog with your name, or send it to:
caramelqueencat@hotmail.com


Watch this video and come to help the needy children.
Help buying a photo album of Sir Caramel just log in and buy PhotoAlbum category
to help.



Caros amigos,

Esse blog foi feito na intenção de se levantar questões sociais e econômicas globais importantes e estamos querendo discuti-las num formato diferente, mais leve, atrativo e que desperte maior atenção, atingindo pessoas de todas as idades e de todas as nações. Dessa forma também despertaremos nas crianças - o futuro do planeta - a consciência para questões importantes do mundo como a preservação da natureza, sustentabilidade, a pobreza, a saúde, a violência, a falta de água, a fome, novas fontes de energia e outros.

Estamos selecionando artigos para o nosso próximo livro. Iremos publicá-lo em mais de vinte países e você poderá participar com um artigo na categoria "escreva um artigo para nosso próximo livro".

Sua ajuda e participação são muito importantes nesse projeto, especialmente porque estaremos doando os lucros das vendas desse livro para as crianças carentes e para causas nobres, obras de caridade, etc.

Tudo que pedimos é que você divulgue essa campanha para alguns amigos seus que possam se interessar em participar, seja através de artigos, comentários no blog, sugestões, etc.

Precisamos de você, o mundo precisa de você. O que pode parecer um pequeno gesto ou uma simples iniciativa como essa, com a força de muitos, pode ajudar o mundo a ser melhor para se viver. Você pode escrever sobre qualquer assunto que goste e se seu texto for selecionado para ser publicado no livro você será contatado através de uma das redes sociais que você esteja conectado a nós.

Por favor, deixe seu artigo no blog com seu nome, ou envie para:
caramelqueencat@hotmail.com

Veja esse video e venha ajudar as crianças carentes.
Ajude comprando o álbum de fotos do Sir Caramel é só entrar na categoria PhotoAlbum e comprar para ajudar.

Você






Serena face, tão encantadora como um feitiço;
Em noites frias tu caminhaste despertando desejos e sonhos.
Não existe explicação para tamanho poder, tamanha satisfação em lhe ter.
Mergulho em teus olhos e me encontro afogado em paixão,
toco tua pele e sinto que sou o ser mais honrado e completo no universo,
teu sorriso me leva a lugares impossíveis,
teu beijo é doce como o mel  e me deixa paralisado.
Tua maneira de ser e falar faz-me tolo e ao indagar o que está acontecendo
não encontro respostas.
Como numa guerra existe medo, medo de perder o direito de ter teu amor,
teu carinho, medo do destino e das incertezas.
Medo de acordar e descobrir que tudo não passou de um sonho,
um sonho perfeito, tão lindo quanto...
Você.

Marcio Luís de Siqueira